junho 25, 2013

Amor perfeito

A flor Amor-perfeito significa amor romântico e duradouro. As combinações de três cores que surge nas delicadas flores é a razão para também ser designada por "Erva-da-trindade", uma referência à Santíssima Trindade. É uma delicada flor de origem europeia que atinge no máximo 15 cm de altura. O fato de ser redonda e achatada faz com que muitas vezes seja uma flor que se parece com uma face humana.
O Amor-perfeito é símbolo da glorificação do trabalho. Na mitologia grega é dedicada a Atena (Minerva), deusa da estratégia militar, da sabedoria e das artes.
Em francês, o nome da flor é "Pensée", termo que significa "pensamento" e os amantes davam estar flor como presente antes de se ausentarem durante tempo indefinido, como garantia de que o seu amor nunca cairia no esquecimento. As aveludadas flores estão associadas à reflexão, ao pensamento e às recordações amorosas.
Em muitas ocasiões é oferecida por aqueles que pretendem transmitir a mensagem de um amor que nunca será esquecido. Um amor poderoso, cujas lembranças permanecerão no pensamento.
O Amor-perfeito está associado ao amor de mãe. Para o Dia das Mães é a mensagem simbólica de um amor que não se acaba. É infinito.
As variadas cores tornam essas flores especiais. As singulares combinações de cores variam entre amarelo, branco, laranja, marrom, vermelho e outros tons diversos que vão do azul ao roxo muito escuro.
De origem europeia e de nome botânico "Viola tricolor", o Amor-perfeito é uma planta rasteira e selvagem que tem preferência por climas mais frios. Na época mais quente do ano, as flores perdem o vigor.

Amor-perfeito - Origem

Existem algumas lendas que explicam a origem da flor e do nome amor-perfeito. Uma delas é baseada na mitologia grega e conta que Zeus se apaixonou pela jovem Io. Porém, Zeus notou que esse sentimento uma vez mais despertaria o ciúme de Hera, ciúme fundamentado, já que Zeus era conhecido por ter várias aventuras amorosas. Para que Hera não descobrisse, Zeus transformou a sua amada numa novilha que pastava aos seus pés. Com pena da jovem e para que ela não se aborrecesse com uma dieta exclusivamente à base de ervas, resolveu criar belas flores que ela pudesse comer. Chamou as flores de Io, que com a evolução fonética passou a ser chamada de viola, o nome correspondente à flor amor-perfeito.
Uma outra lenda revela que as pequenas flores eram muito apreciadas por Eros, conhecido também como Cupido. Elas eram só brancas, mas Afrodite (Vénus), resolveu pintá-las de roxo para irritar Eros e para que ele perdesse o interesse nas flores.




2 comentários:

Dinha disse...

lindo trabalho e post ficou ótimo adorei bjkas!

Leninha disse...

Que lindo amiga....como sempre muito capricho.....♥♥♥